Muro subterrâneo é construído na CPP de Palmas para evitar tentativas de fuga por túneis

Valas foram abertas e preenchidas com concreto usinado. Quatro túneis foram encontrados no presídio apenas nesse ano, segundo a empresa que administra a unidade.


02/09/2019 12h36  Atualizado há 4 horas


Túnel foi feito ao lado dos pavilhões da CPP — Foto: CPP Palmas/DivulgaçãoTúnel foi feito ao lado dos pavilhões da CPP — Foto: CPP Palmas/Divulgação

Túnel foi feito ao lado dos pavilhões da CPP — Foto: CPP Palmas/Divulgação

Um muro subterrâneo foi construído em volta dos pavilhões da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP) para impedir que os presos tentem escapar fazendo escavações. De acordo com a empresa que administra a unidade, quatro túneis foram descobertos pelos agentes prisionais apenas neste ano. Apesar disso, há quase dois anos nenhuma fuga é registrada no local.

A barreira subterrânea foi construída ao longo do corredor externo que separa os pavilhões, contornando a área de banho de sol e a muralha de segurança da unidade. Após a abertura da vala foram injetados 116 metros cúbicos de concreto usinado.

A obra foi feita pela empresa que administra a unidade, a Embrasil Serviços. O investimento foi de R$ 40 mil, valor que não está previsto no contrato firmado com a Secretaria de Estado de Cidadania e Justiça (Seciju), segundo a firma.

As tentativas de fuga são frequentes e muitas ocorrem pela escavação de buracos. Diversos túneis foram encontrados nos últimos anos. Em um deles contava até com iluminação e ventiladores.

Concreto usinado foi colocado em valas na CPP de Palmas — Foto: CPP Palmas/DivulgaçãoConcreto usinado foi colocado em valas na CPP de Palmas — Foto: CPP Palmas/Divulgação

Concreto usinado foi colocado em valas na CPP de Palmas — Foto: CPP Palmas/Divulgação

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Comentários