Migrante venezuelana aposta em produção de cookies e fatura R$ 2 mil por mês em Roraima

  • 05/08/2022
(Foto: Reprodução)
Jessica Richards é confeiteira e fez curso de empreendedorismo com a ONG Visão Mundial por meio do projeto Ven, Tú Puedes. Outras 1,6 mil pessoas passaram por capacitações empreendedoras pelo projeto. Empresária migrante passou por curso de capacitação Tiago Orihuela Da mistura de ingredientes surgem deliciosos cookies de chocolate, chips, red velvet e aveia. A confeiteira que dá sabor e forma aos doces é a empresária venezuelana Jessica Richards, que vive em Boa Vista, Roraima. O que começou anos atrás como um hobbie, hoje representa grande parte da renda da família e um meio de subsistência. Jessica conta que tudo começou quando ela decidiu abrir o próprio negócio, em agosto de 2021. Com o negócio, ela poderia trabalhar de casa, cuidar da filha e conseguir renda extra. Depois, fez um estudo de mercado para descobrir o desejo dos boa-vistenses e produzir algo que tivesse demanda. Foi assim que viu nos cookies a chance de empreender. “Quis aprender sobre a confeitaria. Quando cursava engenharia de petróleo, em Caracas, capital da Venezuela, fiz brownies e cookies para vender. Nesse momento começou a incursão no preparo de sobremesas. Fiz em minha casa um ponto de venda de bolos e, desde então, me considero uma autodidata, pois tudo o que aprendi foi pesquisando, estudando antes de preparar uma sobremesa”, fala. Cada cookie é vendido por R$ 3,50 e vai embalado com muito amor e carinho aos clientes. A empresária, que mora com o marido e a filha, chega a faturar quase R$ 2 mil com a venda dos doces, o que ajuda a pagar as contas de casa. Quem deseja saborear o doce pode pedir pelo perfil da empresa no instagram, a Cookiebol. Para aperfeiçoar ainda mais o conhecimento na área, Jessica fez um curso de empreendedorismo oferecido gratuitamente pela ONG Visão Mundial, por meio do projeto Ven, Tú Puedes. Nas aulas aprendeu sobre como abrir o próprio negócio e usar o marketing digital para impulsionar as vendas da Cookiebol. Além disso, melhorou o português. “Os cookies, para mim, significam paixão. De verdade, sou apaixonada pelo que faço, e o fato de eu preparar esta sobremesa, fazer de um momento algo especial, algo para lembrar, e os cookies estão ali, me enche de alegria”, define. Ven, Tú Puedes Assim como Jessica, outras 1,6 mil pessoas passaram no ano passado por capacitações empreendedoras. Neste ano, a ONG já matriculou outras 700. Entre os conteúdos aplicados estão educação financeira, marketing digital e como formalizar a abertura da empresa no Brasil. O projeto Ven, Tú Puedes é uma resposta da Visão Mundial à crise migratória da Venezuela, que desenvolve ações em Roraima, Amazonas e São Paulo para ajudar migrantes e refugiados a se inserirem socioeconomicamente no Brasil. A iniciativa é financiada pelo governo dos Estados Unidos e beneficiou 40 mil pessoas no ano passado. Entre os serviços oferecidos estão aulas de língua portuguesa, elaboração de currículos, apoio na emissão da carteira de trabalho digital, encaminhamento ao mercado de trabalho e acompanhamento de entrevistas. Além disso, a organização atua na sensibilização do setor privado, a fim de abrir vagas para esse público. Neste ano, mais de 330 migrantes já tiveram a carteira assinada.

FONTE: https://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2022/08/05/migrante-venezuelana-aposta-em-producao-de-cookies-e-fatura-r-2-mil-por-mes-em-roraima.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes